Ir para conteúdo

Pesquisar na Comunidade

Mostrando resultados para as tags ''ltsb''.

  • Pesquisar por Tags

    Digite tags separadas por vírgulas
  • Pesquisar por Autor

Tipo de Conteúdo


Fóruns

  • Cursos do BABOO  -  somente alunos
    • Aperfeiçoamento para Técnicos de Informática 2.0
    • Curso Windows Server SEGURO
    • Curso Windows 10 da Formatação à Produtividade
    • Curso Manutenção TOTAL de Windows (+ dúvidas Windows Server)
    • Curso Manutenção AVANÇADA de Windows
    • Curso Manutenção INTERMEDIÁRIA de Windows
    • Curso Manutenção BÁSICA de Windows
    • Curso O que fazer APÓS instalar o Windows? (descontinuado)
  • BABOO  -  somente alunos
    • Muro da Vergonha
    • Windows no MUNDO REAL
    • Comentários do YouTube
    • Informações, Enquetes, Bate-papo...
    • Problemas, dúvidas e sugestões para o Fórum do BABOO
  • Windows  -  somente alunos
    • Windows 10: TUTORIAIS, GUIAS E DICAS
    • Windows 10: INSTALAÇÃO, ATIVAÇÃO, REDE E DRIVERS
    • Windows 10: GERAL
    • Windows 10: SEGURANÇA
    • Windows 10: DESEMPENHO
    • Windows 10: JOGOS
    • Windows 8.x e Windows 7
  • Segurança  -  somente alunos
    • Dúvidas, problemas e suporte
    • Sugestões, dicas e macetes
  • Geral - conteúdo livre
    • Como utilizar o Fórum do BABOO
    • Conheça os Cursos do BABOO
    • Curso gratuito Windows RÁPIDO e SEGURO
    • Conteúdo ESSENCIAL para dominar o Windows
    • Conteúdo ESSENCIAL para dominar Segurança Digital
    • Baboo informa, comenta e responde
  • Kaspersky's Tópicos

Encontrar resultados em...

Encontrar resultados que...


Data de Criação

  • Início

    FIM


Data de Atualização

  • Início

    FIM


Filtrar pelo número de...

Data de Registro

  • Início

    FIM


Grupo


Foram encontradas 2 postagens

  1. O artigo abaixo foi atualizado em 2019 com informações adicionais a atualizadas deste vídeo publicado em 2017: Neste artigo eu mostro um teste de performance comparando em um mesmo computador o Windows 10 Pro, Home e LTSB/LTSC para comprovar que não existe diferença perceptível de performance entre as edições do Windows 10. Eu notei que meu artigo sobre Windows 10 LTSC A FUNDO incomodou gamers que ainda acreditam que ela é a “versão mais leve”, “versão mais enxuta”, “versão sem as tralhas das Aplicações Modernas”, etc, e esse vídeo comprova rapidamente que isso é mito. Em 2017 a Microsoft renomeou o Windows 10 Enterprise LTSB (Long Term Servicing Branch) para Windows 10 Enterprise LTSC (Long Term Servicing Channel). Ele continua o mesmo; apenas seu nome mudou. Quem entende como funciona o Windows A FUNDO sabe que tecnicamente não existe diferença de performance entre suas edições quando elas são executadas em um mesmo hardware, isto é, se você instalar no seu computador o Windows 10 Pro, Home, Enterprise ou LTSB/LTSC, eles terão o mesmo desempenho no uso do dia-a-dia ou em games. Comparando Windows 10 LTSB/LTSC x Pro x Home A análise do Windows 10 LTSB/LTSC x Pro x Home começa com uma comparação básica com um carro para você compreender a diferença existente entre essas edições. Imagine o Windows 10 Home como a versão mais básica do carro, o Windows 10 Pro sendo a Home com alguns acessórios adicionais, a LTSB/LTSC é a versão Pro com acessórios diferentes, e Enterprise é a mais completa com todos os acessórios. Se você acelerar ao máximo com cada um desses 4 carros, você acha que você notará alguma diferença de performance? É claro que não, pois embora eles tenham diferentes acessórios, o peso final do carro é praticamente o mesmo e os componentes que definem a performance do carro (motor, câmbio e aerodinâmica, etc) são absolutamente iguais entre eles. Se houver alguma variação, ela será imperceptível. Isso também acontece com o Windows 10, pois as edições Pro, Home, LTSB e Enterprise acessam da mesmíssima maneira o processador, memória RAM, disco rígido ou SSD e placa de vídeo - que na prática são os componentes que determinam a performance do computador. A diferença de performance é irrisória entre as edições do Windows 10, e para comprovar isso eu selecionei um computador antigo com hardware bastante limitado, que eu acredito ser o melhor cenário para testar as edições do Windows entre si. Confira nas próximas páginas. LTSB x Pro x Home em computador antigo LTSB x Pro x Home em computador antigo O computador escolhido para os testes tem mais de 10 anos: ele utiliza um processador Dual Core de 2,4 GHz de 2006, 2 GB de memória RAM, uma placa de vídeo GeForce GT 430 com 1GB de RAM (modelo de 2010) e um disco rígido Western Digital de 160 GB de 2008, além de um monitor configurado para a resolução 1366x768 pixels. A metodologia de teste foi sempre a mesma: 1. Windows 10 é instalado "do zero" 2. Windows Update é executado para instalar TODAS as atualizações disponíveis 3. A Limpeza de Disco é executada para remover os arquivos desnecessários do Windows Update 4. A partição é desfragmentada pelo próprio Windows. Não foi instalado nenhum driver de periférico, ou seja, TODOS os drivers vieram através do Windows Update para garantir que o Windows testado fosse o mais original possível. Por que eu rodei a desfragmentação de disco se a instalação de todos os Windows foi realizada "do zero"? Pois eu quis garantir que o nível de fragmentação dos arquivos fosse o mínimo possível, uma vez que cada uma dessas versões instala diferentes arquivos e pastas. O mais curioso é que este teste mostrou que enquanto a instalação "do zero" do Windows 10 Home copia 106 mil arquivos para o disco rígido e a versão Pro copia 110 mil arquivos, a versão LTSB/LTSC copia mais de 112 mil arquivos, ou seja, a edição LTSB/LTSC tem quase 6 mil arquivos a mais do que a versão Home, estando longe de ser tão "enxuta" e "limpa" quanto alguns alegam: Isso acontece pois a edição LTSB na verdade chama-se Windows 10 Enterprise LTSB, sendo uma versão destinada ao mercado corporativo - e por esse motivo ela vem recheada de funcionalidades específicas pra esse cenário que foram incorporadas ao sistema operacional, como conexão com o Active Directory do Azure, DirectAccess, MDOP, App-V, entre muitas outras. Isso também acaba com o argumento deles que a edição LTSB/LTSC "não tem tranqueiras" (aplicativos instalados que não são utilizados pelos usuários) Voltando ao teste: eu instalei o PCMark 8 Professional em cada instalação do Windows 10, e executei o teste básico dele que foi justamente criado para computadores simples para uso no dia-a-dia. O teste simula uma pessoa realizando tarefas básicas: navegando na internet, escrevendo um texto, rodando um jogo simples, editando foto e conversando em um chat. Cada uma dessas tarefas foi executada 3x e no final o PCMark informa a média final. Eu não realizei os testes com o PCMark 10 pois essa versão exige no mínimo 4 GB de memória RAM, e a minha intenção é testar o desempenho das edições do Windows em um computador antigo com 2GB RAM O resultado pode ser visto nesse gráfico, que mostra que cada edição do Windows 10 foi um pentelhésimo mais rápida do que as outras, mas no final a diferença entre o mais rápido e o mais lento é de apenas 0,5%, ou seja, na prática a diferença é irrisória e você nem notaria isso ao usar o computador. Em nenhum teste houve uma diferença notável entre as versões Pro, Home e LTSB, que é algo esperado quando eles rodam no mesmo hardware sob as mesmas condições: Depois disso eu decidi fazer um segundo teste nesse mesmo computador, mas ao invés de utilizar somente 2GB de memória RAM, eu utilizei 10GB de memória RAM (2 pentes de 4GB + 1 pente de 2GB) para ver se nesse cenário também existe alguma diferença na performance das edições do Windows. E ao refazer esses mesmos testes com 10GB de memória RAM, o resultado foi uma surpresa para quem achava que ele seria diferente, pois o resultado foi obviamente o mesmo. Em algumas tarefas o Windows 10 Pro foi um pouco mais rápido, em outras o Home ou o LSTB foram mais rápidos, mas no final a diferença também é irrisória e imperceptível para o usuário: Perceba que os resultados acima mostram que se você tem um computador ou notebook antigo, é ilusão achar que ele precisa usar a LTSB para ficar mais rápido, pois a performance é basicamente a mesma se você usar o Windows 10 Pro ou Home ali. Esse teste demole o mito que a versão LTSB é "mais enxuta" e invalida a crença que ele é a "melhor opção" para computadores lentos. 4 motivos para Windows instalado "do zero" rodar mais rápido Alguns internautas que instalaram a edição LTSB/LTSC em um notebook acham que ela "voa baixo" ali - e ela "voa" mesmo, da mesma maneira se ele tivesse instalado a versão Home ou Pro. Qualquer Windows instalado "do zero" em um PC ou notebook certamente vai rodar mais rápido do que a versão anterior. Isso acontece principalmente por quatro motivos: Bloatware O primeiro motivo é focado especificamente nos usuários de notebook, é o fato do notebook vir cheio de bloatwares, que são aplicativos do fabricante do notebook que normalmente são totalmente dispensáveis mas que atrapalham MUITO a performance do Windows. Em 2016 o site GamerNexus fez um teste de performance de games em um notebook gamer da MSI com processador Core i7 de 3,5 GHz, 16 GB RAM DDR4, SSD M.2 e placa de vídeo GTX 1060, aonde eles testaram esse notebook com os aplicativos que vieram pré-instalados nele (incluindo o Norton Antivirus). Depois o teste foi realizado sem esses aplicativos, mantendo o Windows Defender como antivírus. Os resultados foram evidentes: a versão sem bloatware foi até 20% mais rápida do que a versão original que veio no notebook. No GTA V o FPS médio foi de 109 no notebook com Windows instalado "do zero", e apenas 90,3 na versão que veio com o note, e no Metro Last Light o FPS médio caiu de 75,7 para 59,3. Além disso, eles constataram que em diversos momentos a CPU atingia 100% quando o notebook estava com bloatwares, algo que não aconteceu quando eles foram desabilitados. Para mim, Baboo, bloatware não é apenas aplicativos desnecessários dos fabricantes ou versões de testes de antivírus: ele inclui também QUALQUER aplicativo residente na memória RAM consumindo CPU e monitorando alguma coisa sem NENHUMA necessidade. Eu não considero Aplicações Modernas (como Cortana) bloatware pois essas aplicações são automaticamente desabilitadas quando estão em segundo plano, ou seja, elas ocupam 0% de CPU e com isso não atrapalham em nada a performance do computador. Cenários diferentes O segundo motivo é que não existe nenhuma metodologia de testes no mundo real que garanta que o cenário de uso do LTSB/LTSC seja absolutamente o mesmo cenário de uso do Windows 10 utilizado anteriormente para comparar os resultados reais (como eu fiz nos meus testes acima) - e isso gera resultados diferentes. Enquanto não existe diferença de performance entre as edições do Windows 10 instaladas "do zero", como eu mostrei nos testes, o simples fato do usuário utilizar um antivírus diferente, um driver de vídeo diferente ou até mesmo se o disco rígido em uso estiver menos fragmentado do que antes pode fazer com que a performance seja totalmente diferente. Exemplo simples: enquanto no Windows a diferença de performance geral é inferior a 1%, uma simples atualização de driver da NVIDIA, como mostrado na imagem ao lado, pode fazer com que um jogo tenha um ganho de 33% de performance. Isso é um ganho MONUMENTAL de performance e não tem NADA a ver com a edição do Windows 10 que está sendo utilizada. Se você tem interesse sobre drivers do Windows, então leia o meu artigo Drivers do Windows A FUNDO para você compreender que não há necessidade de atualizar os drivers constantemente (principalmente utilizando programas para isso como o Driver Booster, Driver Max e outros), como remover drivers antigos, como fazer backup de drivers, etc. Programas inúteis instalados O terceiro motivo é que muitos usuários têm a PÉSSIMA mania de acreditar em aplicativos que "otimizam o Windows", programas de atualização de drivers, programas que monitoram a fragmentação de disco, programas que monitoram consumo de CPU, que "limpam a memória RAM", além de programas de proteção tipo anti-keylogger, anti-ransomware, anti-qualquer coisa. Absolutamente NENHUM desses programas é necessário, e infelizmente essas empresas se aproveitam do total desconhecimento do usuário sobre o real funcionamento do sistema operacional para convencer que o Windows precisa dessas porcarias. Para mim esses programas são o maior 171 digital desde sempre e eu detalho isso no meu artigo sobre a praga dos otimizadores de PC. Muitos gamers instalam esses programas - e ao notar que o Windows está lento e com problemas, eles culpam o sistema operacional por isso e instalam o Windows "do zero" para resolver isso. E após eles instalarem o Windows LTSB/LTSC "do zero", eles percebem que ele está muito mais rápido e acham que essa edição é a responsável por isso - quando o problema eram os programas desnecessários que estavam atrapalhando o Windows anterior. Para piorar, muitos internautas aplicam diversas sugestões e dicas incorretas (como desabilitar o arquivo de paginação) que eles "aprendem" com outros gamers e youtubers, e elas deixam o Windows mais instável e lento - e quanto eles instalam o Windows "do zero" e fazem alguns testes, o sistema operacional está (obviamente) rapidíssimo pois as dicas e sugestões antigas não foram aplicadas nele. E eles concluem erroneamente que o Windows anterior era o culpado, quando na verdade ele estava mais lento e instável por causa desses programas. É importante você compreender que o Windows não precisa de NENHUM programa para deixá-lo mais rápido ou eficiente: enquanto um Windows "limpo" funciona com o melhor desempenho possível, conforme você vai instalando essas porcarias, o seu Windows vai se tornando lento e instável. Windows Defender O quarto motivo da "rapidez" do LTSB/LTSC é o Windows Defender. Muitos internautas sempre utilizaram antivírus de terceiros (Avast, AVG, ESET, Kaspersky, etc..) em seus computadores, e ao instalar o Windows "do zero" eles decidem inicialmente usar o Windows Defender, que é um antivírus incorporado ao Windows e que é provavelmente o antivírus que menos afeta a performance do computador. Como o internauta certamente utilizava outro antivírus antes do Defender, ele acha que é o sistema operacional que está mais leve, quando na verdade era um produto de terceiros que deixava o Windows anterior um pouco mais lento. Como o teste da GamerNexus mostrou, um antivírus afeta MUITO o desempenho de um computador - e o uso de diferentes antivírus geram diferentes resultados. Conclusão Quem ainda acredita que a edição LTSB é "mais leve" ou "mais enxuta" do que as demais edições (Pro e Home), precisa reler este artigo
  2. O artigo abaixo foi atualizado em 2019 com informações adicionais a atualizadas deste vídeo publicado em 2017: Nesse artigo eu abordo em detalhes o Windows 10 Enterprise LTSC (Long Term Servicing Channel ou, numa tradução livre, Canal de Serviço a Longo Prazo) e destruo rapidamente a besteira monumental que muitos gamers e youtubers cometem ao achar que ela é a versão mais “leve e segura” do Windows 10, cometendo o gravíssimo erro de indicar seu uso para o desktop dos internautas. Em 2017 a Microsoft renomeou o Windows 10 Enterprise LTSB (Long Term Servicing Branch) para Windows 10 Enterprise LTSC (Long Term Servicing Channel). Ele continua o mesmo; apenas seu nome mudou. Edições do Windows 10 Quando a Microsoft começou a desenvolver o Windows 10, o foco dela foi criar um Windows mais seguro, rápido e adaptável do que as versões anteriores. Por causa disso, existem diversas edições do Windows 10: Windows 10 Mobile, versão descontinuada que era focada em smartphones com processadores x86 e x64 Windows 10 Home, focado no usuário doméstico Windows 10 Pro, focado no usuário que precisa mais funcionalidades do que a Home e que também funciona em dispositivos móveis ARM Windows 10 IoT, destinado para dispositivos pequenos e da Internet das Coisas que podem ter tela ou não Windows 10 Education, focado no mercado estudantil Windows 10 Enterprise, focado no mercado corporativo Windows 10 Enterprise LTSC, focado em equipamentos que não são utilizados como desktop comum ... entre outras edições que virão por aí... Atualização de Recursos Em relação especificamente a atualização de recursos, o Windows 10 é dividido em 4 níveis - os Canais de Serviço: O primeiro nível é o Windows Insider Preview, a versão mais instável do Windows 10 por ser na uma versão beta (de testes), tendo bugs, falhas e funcionalidades incompletas. Essa versão do Windows 10 é destinada exclusivamente para usuários interessados em saber o que está por vir no Windows 10, podendo testar, opinar e comentar sobre o sistema operacional e suas funcionalidades diretamente com a Microsoft, da mesma maneira que os beta-testes faziam isso no passado. Evidentemente essa versão não é indicada para o uso no dia-a-dia. O segundo nível, existente nas versões Enterprise, Home e Pro, é o Current Branch (CB), que é o Canal Semestral (direcionado). Essa canal permite que os usuários recebam atualizações de recursos e novas versões do Windows 10 (Fall Creators Update, October 2018 Update, etc ) assim que elas estiverem disponíveis. Esse é o nível default (padrão), e você pode verificar isso indo em Configurações > Atualização e segurança > Opções avançadas: Nas versões Pro e Enterprise é possível adiar a instalação automática de uma nova versão do Windows por até 365 dias. Na versão Home a instalação de uma nova versão pode ser adiada indefinidamente se a conexão da internet estiver definida como Conexão limitada. O terceiro nível está disponível apenas para usuários do Windows 10 Pro e Enterprise: é o Current Branch for Business (CBB), que é o Canal Semestral. Essa opção adia por alguns meses as atualizações de recurso que os usuários do Canal Semestral (direcionado) acabaram de receber, e ela existe para permitir que as empresas tenham mais tempo para testar essas atualizações evitando eventuais problemas que possam aparecer com elas. Muitas empresas habilitam o Canal Semestral na maioria das estações de trabalho para que esses computadores não sejam atualizados imediatamente, enquanto outras estações são configuradas com Canal Semestral (direcionado) para receberem imediatamente essas atualizações. Isso permite evitar que algum bug na versão nova do Windows afete os computadores dos funcionários. E o quarto nível é a LTSC, existindo somente em uma edição específica chamada Windows 10 Enterprise LTSC. Essa edição não recebe nenhuma atualização de versão, ou seja, ela jamais será automaticamente substituída por uma versão mais nova dela. Windows 10 LTSC: detalhes e cenários de uso Detalhes do Windows 10 Enterprise LTSC Além da LTSC não receber nenhuma atualização de versão, ela também não recebe nenhuma atualização de recurso, ou seja, ela não receberá nenhuma funcionalidade nova existente nas demais edições do Windows 10. Enquanto as demais edições do Windows recebem melhorias e correções via Windows Update, a edição LTSC recebe apenas atualizações de segurança e eventuais correções de bugs das funcionalidades existentes. Além disso, a LTSC não vem com Aplicações Modernas, Cortana, Calendário, Câmera, Edge e Loja do Windows. Essas limitações têm um motivo: essa edição não foi criada para ser utilizada no dia-a-dia de um usuário, como eu detalho mais abaixo. Como a edição LTSC jamais será automaticamente substituída por uma versão mais nova, o usuário precisará instalar uma nova versão manualmente. Enquanto usuários das demais edições do Windows 10 podem aproveitar melhorias e novidades do Windows 10 a cada 6 meses (pois a Microsoft disponibiliza duas novas versões do Windows por ano para usuários do Canal Semestral (direcionado) e Canal Semestral, usuários da edição LTSC terão acesso a essas melhorias e novidades somente a cada 3 anos, pois a Microsoft disponibiliza uma nova versão LTSC a cada 36 meses. Ao saber que a versão LTSC é uma versão mais limitada do Windows 10, jornalistas despreparados, youtubers e principalmente gamers acham (erroneamente) que ela tem um "desempenho melhor" por ser “uma versão mais leve e segura”, além de (absurdamente) considerá-la “a melhor versão do Windows 10”, “a melhor versão para PC fraco e PC gamer” (algo absurdo), entre outras conclusões sem sentido. Cenários de uso do Windows 10 LTSC A Microsoft criou a edição LTSC especificamente para cenários aonde o Windows funciona de maneira simples e limitada. Alguns exemplos: Caixa eletrônico Quiosque Caixa de supermercado Computadores funcionando como caixa registradora em loja, padaria, pizzaria, farmácia.. Computadores conectados a dispositivos médicos: tomógrafos, aparelho de ressonância magnética, etc Computadores em laboratórios Computadores ligados a equipamentos pesados em chão de fábrica Central de monitoramento de câmeras de vídeo Em todos esses cenários o uso do Windows LTSB/LTSC é usualmente restrito a uma aplicação específica sendo executada em um computador que, da mesma maneira que o próprio Windows, não é atualizado constantemente e não precisa de um "técnico de informática" prestando suporte ali. Além disso, não existe nenhuma necessidade do Windows receber atualização de aplicativos ou qualquer nova funcionalidade, pois nada disso vai aprimorar o trabalho realizado ali. Que diferença faz para um caixa eletrônico se o Cortana foi melhorado? O que um computador ligado a um tomógrafo se beneficiará com um novo Menu Iniciar? Que vantagem terá um computador que monitora câmeras de vigilância ou um quiosque de informação de shopping se o Windows 10 tem uma nova funcionalidade que facilita a conexão com XBOX? Nenhuma! Por esse motivo existe a edição LTSC: ela foi criada especificamente para cenários aonde novas funcionalidades e melhorias do Windows 10 nunca serão instaladas, apenas mantendo o sistema operacional seguro e estável por continuar recebendo normalmente atualizações de segurança e correção de bugs. Windows 10 LTSC: pirataria Windows 10 LTSC: pirataria via YouTube Como o Windows 10 LTSC é destinado exclusivamente para o mercado corporativo, ele não está à venda para o consumidor final nem para empresas comuns: apenas empresas com contrato de Software Assurance têm acesso ao Windows 10 LTSC. Infelizmente muitos youtubers oportunistas fazem tudo para ganhar popularidade entre os internautas - incluindo incentivar o crime ao sugerir o uso ilegal da edição LTSB/LTSC através de cracks e ativadores em troca de likes, joinhas e assinantes, se lixando para ética e legalidade, uma vez que a pirataria é um crime de direitos autorais previsto na lei brasileira. Além disso, o próprio incentivo ao crime é ilegal: o artigo 286 do Código Penal informa claramente que o crime de incentivar, estimular, publicamente, que alguém cometa um crime e prevê pena de detenção de 3 a 6 meses e multa. Para que o crime seja caracterizado é necessário que o incentivo seja feito de forma pública e direcionado a pessoas indeterminadas - exatamente como esses youtubers fazem. Windows 10 LTSC: pirataria também em sites e lojas online Para piorar, algumas lojas online "vendem" a edição LTSC (inclusive fornecendo nota fiscal) garantindo que ela é "original" - algo simplesmente fantasioso! Elas aproveitam a falta de conhecimento do internauta, que "compra" essa versão sem saber que seu Windows continuará pirata mesmo se ele for ativado - afinal Windows ativado não é Windows legalizado. Embora a edição LTSC possa ser baixada diretamente no site da Microsoft, essa versão só pode ser testada por 90 dias. A partir daí ela é considerada pirata. Entenda que quem ativa o Windows de maneira ilegal utilizando cracks, ativadores ou chaves de ativação ilegais normalmente não sabe que o fato dele estar ativado não significa que ele é legalizado: quando houver uma fiscalização na empresa, todo software que não tiver nota fiscal e chave de ativação legítima (fornecida pela Microsoft ou revenda autorizada) é automaticamente considerado pirata. Como a edição LTSB/LTSC não não pode ser comprada por pessoas ou empresas (apenas empresas com contrato de Software Assurance têm acesso ao Windows 10 LTSC, conforme eu citei acima. Quem alega usar uma versão LTSB/LTSC "original" foi enganado, pois TODAS as chaves de ativação do Windows 10 LTSB/LTSC que são "vendidas" na internet FORAM OBTIDAS ILEGALMENTE: elas foram roubadas de empresas ou são chaves de ativação que não podem ser vendidas por serem de parceiros, MSDN, são chaves previamente utilizadas em alguma empresa, etc. Isso inclui principalmente o conhecido golpe da "licença original", "licença vitalícia", "licença key chave original" e outros termos inventados pelos bandidos "vendedores" do Mercado Livre que praticam há anos com todas as versões do Windows, Office e outros programas. Essas licenças são totalmente ilegais - e fornecer uma nota fiscal dela não muda isso em nada, pois é o mesmo que comprar um carro roubado e achar que ele é "legítimo" pois o criminoso forneceu uma nota fiscal de venda do carro roubado(!) Esses "vendedores" inventam desculpas absurdas como "nós compramos licenças em lote e por isso ela é barata" ou "essas licenças são adquiridas nos EUA pois lá são mais baratas" enganando muitos internautas e empresas, que compram essas chaves de ativação sem saber que estão jogando dinheiro no lixo com licenças que não valem nada e o software ativado ilegalmente continua sendo considerado pirata. E quando essas chaves de ativação roubadas e revendidas por esses "vendedores" entram em um banco de dados de chaves de ativações ilegais da Microsoft, uma atualização baixada pelo Windows Update desativa o Windows, como já aconteceu desde o Windows XP. Nesse caso o usuário precisa ativá-lo com uma chave de ativação legítima, mas ao contatar o "vendedor" do Mercado Livre, ele percebe que este desapareceu... Windows 10 LTSC: desktop, consumo de memória RAM e conclusão Windows 10 LTSC no desktop Além da total ilegalidade no uso do Windows 10 LTSC no desktop, o usuário dessa edição não aproveita as novidades e melhorias existentes nas demais edições do Windows 10. Algumas novidades disponíveis no Windows 10 que não existem nas versões LTSB/LTSC e que não podem ser instaladas via site Catalog da Microsoft: Windows Sandbox Criação de uma área de trabalho virtual temporária e isolada que possibilita a execução de aplicativos sem afetar o sistema operacional, sendo ideal para executar programas desconhecidos. Saiba como usá-lo. Cortana separada do Search No Windows 10 1903 a Cortana é um processo independente do Windows Search (eu detalho isso aqui). Uma das maiores reclamações dos usuários do Windows 10 é que a Cortana é a própria pesquisa (search) do Windows, existindo em todas as edições para desktop do Windows 10 - inclusive LTSB/LTSC: Menu Iniciar rodando em processo próprio No Windows 10 1903 o Menu Iniciar é executado em um processo próprio, evitando que qualquer aplicativo bugado impeça o seu funcionamento: Solução de problemas recomendada Essa funcionalidade corrige automaticamente problemas críticos do Windows caso eles existam: Desinstalação automática de updates problemáticos O Windows 10 1903 tem uma nova funcionalidade que permite que o sistema operacional automaticamente desinstale alguma atualização que esteja causando algum problema na inicialização dele, sem que o usuário precise fazer isso manualmente. Ajuste automático do horário ativo para download e instalação de updates Essa novidade permite que o Windows detecte qual é o horário que o computador costuma ser utilizado, evitando que novas atualizações sejam baixadas e instaladas Power Throttling Essa novidade disponibiliza mais CPU para programas e jogos sendo executados em primeiro plano, pois ela aproveita a CPU destinada aos programas em segundo plano que não estão utilizando-a. Para piorar, se por exemplo a Microsoft implementar uma novidade nas próximas versões que faz com que o Windows 10 utilize menos CPU e memória RAM, quem estiver utilizando o Windows 10 LTSB/LTSC não receberá essas melhorias ou qualquer outra melhoria no Windows 10, pois elas não são relacionadas a bug ou segurança: elas são atualizações de recurso que não estão disponíveis para o Windows 10 LTSB/LTSC. Muitos acham que poderão instalar qualquer componente ou funcionalidade das edições Home ou Pro do Windows 10 na edição LTSB/LTSC utilizando o site catalog da Microsoft, mas isso é ficção. O site Catalog da Microsoft só tem atualizações que a Microsoft aprova para suas edições, e obviamente as funcionalidades existentes nas novas versões do Windows inexistem ali pois elas estão integradas ao sistema operacional - e a única maneira de obtê-las é instalando uma nova versão do Windows. A conclusão é que toda e qualquer melhoria que o Windows 10 tiver para deixá-lo mais rápido ou completo não será disponibilizado para quem usa a versão LTSB/LTSC. Alguns internautas vão além, alegando que o Windows 10 LTSC é uma versão "pura" do Windows sem as "tranqueiras" das Aplicações Modernas existentes nas demais edições e por isso ele é "melhor e mais rápido". Eles também erram feio nisso: neste artigo sobre Windows 10 LTSB x Pro x Home eu mostro que além do desempenho ser o mesmo, a edição LTSB tem 6 mil arquivos a mais do que a edição Home pois esses internautas esquecem que o Windows 10 LTSB na verdade chama-se Windows 10 Enterprise LTSB e vem recheado de "tranqueiras" corporativas que eles nunca usarão Para mim a definição perfeita de burrice é insistir por vontade própria praticar um crime (pirataria) para utilizar um Windows 10 desatualizado (LTSB/LTSC) que foi criado para ser utilizado em caixas eletrônicas! Consumo de memória RAM no Windows 10 LTSC Lamentavelmente muitos gamers e youtubers sugerem o uso da versão LTSC pois "ela consome menos CPU e memória RAM". Nada mais errado do que isso: o consumo é simplesmente O MESMO das demais versões, pois as funcionalidades removidas não afetam EM NADA consumo de CPU e a diferença de uso de memória RAM é imperceptível. Na prática, quem utiliza o Windows 10 Pro, Home ou LTSC tem o mesmo consumo de CPU e memória RAM: abaixo você tem uma imagem mostrando o Windows 10 Pro à esquerda e o Windows 10 LTSB à direita, ambos instalados “do zero” e com todas as atualizações disponíveis - e você nota que o consumo de ambos é obviamente o mesmo. Outro detalhe importante é que, ao contrário do que muitos acreditam, “economizar memória RAM” não significa que o seu computador vai rodar mais rápido, pois o que importa mesmo é o uso INTELIGENTE da memória RAM – e jamais ECONOMIZAR memória RAM a todo custo achando que quanto menos memória RAM usar, melhor. Eu abordo isso em detalhes nesse artigo. Outro erro comum é achar que o Windows 10 LTSB/LTSC não vem com a Cortana. A imagem abaixo mostra isso, pois Cortana é o Windows Search, conforme eu detalho aqui. CONCLUSÃO Você já percebeu que o Windows 10 Enterprise LTSC NÃO É focada para o usuário comum e NÃO DEVE ser utilizado pelo usuário comum – principalmente por gamers que acham que estão “com a melhor versão do Windows” quando eles estão justamente com a PIOR versão para jogos. Um detalhe final é que a falta de bom senso no uso do Windows 10 LTSC/LTSB é tanta que a própria Microsoft publicou um artigo para as pessoas não instalarem essa edição no Surface, que é um dispositivo híbrido notebook/tablet, pois essa versão remove o suporte a caneta aplicações para telas sensíveis ao toque, comprometendo o uso dele. E aí? Você REALMENTE acha inteligente usar o Windows 10 LTSC no seu computador? Nem eu Que mais? Leia também meu artigo sobre LTSB x Pro x Home aonde eu comparo o desempenho dessas três edições.
×
×
  • Criar Novo...