A Trend Micro lançou recentemente o Trend Micro RansomBuster, um software gratuito que ajuda a proteger arquivos do usuário contra ransomware.

O princípio por trás dele é basicamente e mesmo do recurso Acesso a pastas controladas introduzido no Windows 10 Fall Creators Update.

A diferença é que no Windows 10 Fall Creators Update o recurso Acesso a pastas controladas requer que o Windows Defender esteja ativo como o antivírus padrão do sistema operacional. Já a solução da Trend Micro pode ser usada mesmo se outros antivírus estiverem instalados.

Assim como o recurso Acesso a pastas controladas, o Trend Micro RansomBuster permite que o usuário bloqueie pastas contra o acesso não autorizado. Com isso um ransomware não poderá acessar e criptografar o documento armazenado na pasta protegida.

Depois de instalar o software, será pedido que você selecione as pastas que serão bloqueadas contra acesso não autorizado. A pasta Documentos do Windows já é protegida por padrão.

Trend Micro RansomBuster ajuda a proteger arquivos do usuário contra ransomwarePastas protegidas pelo software exibem o ícone destacado na imagem abaixo e você pode adicionar mais pastas clicando no botão Manage Folders:

Você também pode incluiir programas na lista de confiáveis. Os programas presentes na lista podem acessar os arquivos protegidos pelo Trend Micro RansomBuster:


Faça o download do Trend Micro RansomBuster

O Trend Micro RansomBuster está disponível para download gratuitamente aqui e é compatível com o Windows 7, Windows 8, Windows 8.1 e Windows 10.

Este recurso já está presente em outras soluções de segurança da Trend Micro (Antivirus+/Internet Security/Maximum Security).

  • Edson Marques Teixeira

    Senhores

    Boa Tarde

    Sabem me dizer se existe alguma solução parecida para o SEP?

    Obrigado

  • Diogo Simoes Antonacio

    Fiquei chateado com o programa, fui selecionar meu HD externo que está cheio de arquivos que gostaria de protejer e o programa não me deixa selecionar nada além do C:

  • Carlos Pacheco

    Baboo, isso me fez lembrar de uma coisa, tem uma gambiarra que o pessoal faz (e eu também) para “proteger os pen drives de vírus”. Formata o pen drive em NTFS, cria uma pasta na raiz dele, e limita permissões de acesso ao pen drive, permitindo alterações apenas no diretório criado. É válido esse procedimento?

    • Desde o Windows 7 o Windows não executa automaticamente o .inf no pendrive justamente por questão de segurança. Essa solução é útil para impedir a cópia de arquivos no diretório raiz dele, mas não impedirá a cópia de arquivos infectados para a pasta com permissão de escrita.

  • Nícolas Monteiro

    Baboo, o RansomBuster também protege as subpastas das 2 pastas selecionadas?