A Microsoft anunciou recentemente que está trabalhando em uma nova experiência de gerenciamento do Windows Server conhecida atualmente como Project Honolulu.

Esta nova experiência flexível e instalada localmente permitirá o gerenciamento do Windows Server usando o navegador.

Uma versão Preview será disponibilizada para testes durante a conferência Ignite 2017, que será realizada de 25 a 29 de setembro nos Estados Unidos.

De acordo com a Microsoft, o Project Honolulu inclui alguns recursos do Windows Server que antes só podiam ser gerenciados via PowerShell.

Além disso, ele oferece uma interface mais funcional do que a oferecida atualmente pelo System Center e pela Operations Management Suite.

Esta nova experiência de gerenciamento será demonstrada durante as sessões “Discover what’s new with Windows Server management experiences” e “Manage and monitor your Windows Server 2016 hyper-converged infrastructure” durante a conferência Ignite 2017.

Imagens do Project Honolulu (clique para ampliá-las):


Microsoft: Project Honolulu permitirá o gerenciamento do Windows Server usando o navegador

  • Ronaldo Da Gama Viva Sony

    O windows serve é igual o windows 10 ou é muito diferente
    Logico o serve tem recursos voltados a servidor
    Provavomente nem deve ter app de Xbox

    • Henrique Ariel Arruda Gerhard

      tem outras ferramentas, nada de xbox, cortana, loja e afins, assim como é o server 2012 e etc. Vem sem perfumaria e o responsavel instala o que for necessario

  • fenixcload

    muito bom os roteadores e switchs permitem ser gerenciados desta forma por que o windows não
    assim poderá ser gerenciado por qualquer sistema

    • Gustavo

      Linux já permite agora o windows, o mundo hoje é para quem tem acesso onde estiver, sorte que até a microsoft acordou para a vida

      • Não é assim.. há mais de uma década o Windows Server tem WinRM (Remote Management) e WinRS (Remote Shell) que permitem fazer tudo remotamente, e o Projeto Honolulu é uma evolução disso..