Um slide com os requisitos mínimos de hardware para o Windows 10 Cloud foi divulgado na Web nesta sexta-feira. Rumores sobre esta versão vêm circulando já há alguns meses.

A Microsoft está planejando realizar em maio um evento com foco em educação e é bem possível que esta versão do Windows 10 seja apresentada nele, já que nos últimos dias surgiram informações de que a empresa atava trabalhando em um dispositivo conhecido como ‘Windows 10 CloudBook’ também com foco em educação.

A Microsoft ainda não divulgou oficialmente informações sobre esta versão do sistema operacional, mas os rumores dizem que esta versão só rodará os aplicativos obtidos via Windows Store, incluindo aplicativos Win32 convertidos com o Desktop App Converter, como o Slack e o Evernote.

Os requisitos mínimos de hardware para o Windows 10 Cloud incluem processador com quatro núcleos (Celeron ou melhor), 4GB de memória RAM, 32GB de capacidade para armazenamento para a versão 32 bits e 64GB para a versão 64 bits, bateria com performance maior que 40Whr, armazenamento eMMC ou SSD (nada de disco rígido tradicional) e suporte opcional para tela sensível ao toque e caneta.

Vendo por estes requisitos, é possível ver que o suposto ‘Windows 10 CloudBook’ e o Windows 10 Cloud serão posicionados como concorrentes dos Chromebooks e do Chrome OS.

O evento da Microsoft será realizado no dia 2 de maio.

Requisitos mínimos de hardware para o Windows 10 Cloud:

Requisitos mínimos de hardware para o Windows 10 Cloud

  • Valter

    Na boa, recomendar 32gb para o mínimo é piada, o mínimo teria que ser 64gb, engraçado, que recomendam 4gb de RAM, então não deveria ter a versão 32 bits, pois nunca irá usar os 4gb.

    • Mauro

      estranho esse cloud exigir tanto hardware algo ta errado deveria exigir menos hardware

      • DarthTheme

        O nome está errado, esse dispositivo não tem nada sobre nuvem, ele é tudo sobre a máquina local. Pelo menos será possível atualizar para o Windows 10 Pro pela Windows Store e ter mais recursos.

    • DarthTheme

      Se o Windows for instalado usando WimBoot oculpa menos de 5GB em disco.

      • Valter

        Explica isso aí, achei interessante.

        • DarthTheme

          Aqui um tutorial: marcelomatias.wordpress.com/2014/04/24/experimentando-wimboot-windows-8-1-update/ Usando WimBoot o sistema oculpará o mesmo que o arquivo Install.wim que você encontra na pasta sources da ISO do Windows. Há algumas limitações nisso como não ser possível usar BitLocker, mas acho que ninguém irá precisar desse tipo de ferramenta no Windows 10 Cloud.

          • Mauro

            é wimboot show usando win10 lite aqui q .wim ficou 3gb em wimboot ficou uns 4gb o total instalado

          • DarthTheme

            Você instala usando WimBoot como no tutorial que eu compartilhei ou tem um jeito mais fácil. Eu já tentei usar isso, mas nunca consegui.

          • Mauro

            uso esse aplicativo jogo .wim no c: abro programa, preencho tudo do ok resto ele faz
            https://img2.lght.pics/da0cba2ab6fe9ed47dd478716242834b.png

            nao esquece antes de formata unidade c: depois copia .wim pra la e depois abre aplicativo

          • DarthTheme

            Muito obrigado, sempre pensei que o melhor jeito para usar o Wimboot fosse com um script para automatizar as coisas pois isso é muito chato de configurar e ai está ele. Irei testar agorinha numa VM e se der tudo certo farei na minha maquina local.

          • Mauro

            tambem acho deveria ter opcao de instalacao q usuario seleciona se quer instalacao com wimboot mas nao fazem nada disso ms é sacana hehe

  • Vou demorar décadas para ter estes requisitos com os atuais computadores que tenho aqui.

  • DarthTheme

    Até agora para mim que nunca fui interessado em Chromebooks e por isso também não estou tão interessado no Windows 10 Cloud a coisa mais interessante sobre ele foi que recentemente WalkingCat (h0x0d) encontrou links de apps do Mac OS na Windows Store, esses apps eram o Excel e o Outlook.