A Microsoft anunciou hoje no blog do Windows um novo site que oferece aos usuários mais opções de privacidade e mudanças nas opções do Windows 10 Creators Update.

Microsoft oferece mais opções de privacidade para os usuários

O site, que pode ser acessado via https://account.microsoft.com/privacy, é o lugar onde você pode gerenciar suas configurações de privacidade para os produtos e serviços Microsoft que você usa. Também é possível exibir e limpar os dados que a Microsoft salva na nuvem.

Para outros dados que são salvos em seu dispositivo com Windows 10, é necessário acessar o dispositivo para alterar essas configurações de privacidade e exibir os dados coletados.

Você encontrará instruções detalhadas para exibir e alterar as configurações de privacidade do dispositivo no link acima.

Microsoft oferece mais opções de privacidade para os usuários

Em seu anúncio a Microsoft também destacou algumas novidades com foco em privacidade que serão introduzidas com o lançamento do Windows 10 Creators Update neste ano.

Com o lançamento da atualização, a Microsoft pretende simplificar as opções de privacidade e a forma como elas são apresentadas aos usuários.

Ela fará isso com uma nova experiência de configuração que permitirá a escolha das opções mais adequadas para você. Esta nova experiência, que subsumirá a tela Configuração Expresss exibida durante a instalação do Windows 10, será diferente dependendo da versão do Windows.

Se você estiver migrando do Windows 7 ou 8/8.1 para o Windows 10 com o Creators Update ou se estiver fazendo uma instalação limpa, a nova experiência de configuração com opções mais simples mas importantes e você terá que escolher quais opções habilitar antes de prosseguir:


Se você já estiver usando o Windows 10, o sistema operacional exibirá notificações para que você configure as opções de privacidade no Creators Update. Os participantes do Windows Insider Program poderão começar a testar isso em breve.

A Microsoft também simplificará os níveis de coleta de dados de diagnóstico., que agora serão dois níveis ao invés de três: Básico e Completo. Se você optou pelo nível Avançado, será possível alterar para o Básico ou Completo no Windows 10 Creators Update.

Por último, a Microsoft reduzirá a quantidade de dados coletados no nível Basic. Isto inclui dados vitais para operação do Windows. A Microsoft usa esses dados para ajudar a manter o Windows e seus aplicativos seguros e atualizados. Esta opção também inclui informações enviadas pelo relatório de erros para a Microsoft.

  • Helvi0

    Seria uma ótima noticia se eu acreditasse que existe privacidade na internet, definitivamente não acredito nesta “agua com açucar” da microsoft, aliás não acredito em nenhuma empresa, pois se não venderem nossos dados eles não sobrevivem (Google que o diga).

    Podem até deixar de enviar alguma coisa, mas o que realmente dá renda a eles acredito que isto eles não abrem mão

    • A Microsoft lucra com a venda de Windows e Office para empresas. Ela não lucra com banners e informações dos usuários como Google e Facebook..

      • Helvi0

        Respeitosamente discordo de você, na minha opinião a M$ não desperdiçaria a possibilidade de lucrar com propagandas e informações. Note que a partir do Windows 8 o quanto esta empresa passou a colher informações (o usuário querendo ou não). No Eula do Windows 10 diz algo deste tipo: mesmo que você desligue a Cortana haverá coleta de dados mesmo assim, para direciona-lo a ofertas mais relevantes de “parceiros”. Agora se você acredita em privacidade junto à Microsoft é um direito seu. Também apóio de coração quem me sustenta.