Às vezes você sente que o PC está lento, mas não sabe o motivo. Ou as vezes só quer realizar alguns testes para ver quais são os programas que mais pesam no uso do dia a dia. Independentemente do motivo, veja como é possível monitorar o uso de processador por processos com dois programas abaixo.

Como monitorar o uso de processador por processos

Disponível no site oficial em versão portátil ou com instalador, o Process Hacker é uma versão mais robusta do gerenciador de tarefas. Ele atua também de maneira bem parecida com o Process Explorer do Sysinternals, sendo parte das funcionalidades presentes em ambos.

Após aberto, o que você precisa fazer é escolher o processo desejado, clicar com o botão direito e apontar para Properties.

Uma janela com as propriedades será aberta, clique na aba Performance e você terá um gráfico com os últimos três minutos de uso do processador por aquele processo. É um sistema relativamente básico, mas já oferece mais versatilidade do que o gerenciador de tarefas Windows. O uso de processador é listado em CPU.

Não há um limite para a quantidade de janelas abertas, sendo realmente útil para você ter uma noção do uso em tempo real de certos processos, ainda mais quando você quer usar para determinar possíveis problemas, como um uso exacerbado do processador. Caso seja o caso, aproveite e veja o tutorial sobre.

Infelizmente não há como descobrir somente com o Process Hacker caso o problema só aconteça ocasionalmente. Neste caso uma boa solução é o Anvir TaskManager. A versão gratuita dele permite que você tenha um gráfico de até uma semana de todos os processos do Windows. Faça download dele no site oficial, mas atenção, não use sites de terceiros pois existem algumas versões não oficiais com bloatwares. Entenda mais sobre o que são aqui.

Após instalado, tudo o que você precisa fazer é clicar duas vezes sobre o processo e escolher a aba Performance. O tipo de dado pode ser filtrado ao marcar ou desmarcar as opções Data. Já o período pode ser definido entre “tempo real” (realtime) até uma semana (1 week). Vale apontar que ele não é retroativo, ou seja, só começa a contar do ponto em que você instalou o aplicativo.

monitorar o uso de processador por processos

Verifique em que horários ocorreram os picos de uso. Uma boa dica neste caso, ainda mais para quem está com problemas de uso de CPU, é anotar os horários que o problema aconteceu e depois cruzar os dados tanto com o Process Hacker como o Anvir TaskManager.

Recomendamos para que você comece com o Anvir Taskmanager para uma verificação abrangente e depois o monitoramento “pente fino” em tempo real com o Process Hacker.

Isto conclui o tutorial de como monitorar o uso de processador por processos. Se o computador está com outros problemas recomendamos para que você crie um tópico no fórum do BABOO para que a comunidade o ajude. Outras dicas estão disponíveis na área de Windows do BABOO.

  • Lucas Silva

    Dica muito boa, valeu!!

  • Mauro

    outro aplicativo bacana pra vc regular quais nucleos cada processo usa se usa 1 ou 2 ou 3 ou qual nucleo é cacheman, na tela dele vc abre e seleciona executavel e poe quais nucleo(s) ele vai usar https://img1.lght.pics/cd543f72821588d623fa339076bdfaa3.png da pra fazer no task manager isso mas quando reinicia precisa faze tudo denovo nesse faz 1x e ele ja deixa sempre como vc regulou

  • Anderson Freitas

    Process Hacker é sensacional. Pena que a Kaspersky detecta ele como ameaça

  • Valter

    Muito interessante!, obrigado!