Lançado em julho deste ano pela Unidade de Crime de Alta Tecnologia da Polícia Holandesa, European Cybercrime Centre (EC3) da Europol e duas empresas de cibersegurança – a Kaspersky Lab e a Intel Security – o portal No More Ransom oferece ferramentas para ajudar vítimas de ransomwares a recuperar seus arquivos sem que seja preciso pagar o “resgate” para os criminosos.

Na época do lançamento, o portal oferecia quatro ferramentas para recuperação de arquivos. Com a ajuda das empresas de segurança Bitdefender, Check Point, Emsisoft e Trend Micro, o portal agora oferece mais 32 ferramentas para recuperação de arquivos bloqueados por ransomwares como o Globe 2, Stampedo, FenixLocker e outros.

Disponível originalmente apenas em inglês, o portal No More Ransom agora também está disponível em francês, italiano, holandês e russo.

Acesse o portal clicando aqui.

Portal No More Ransom:

Portal No More Ransom oferece ferramentas para ajudar vítimas de ransomwares

O que é um ransomware?

Ransomware é um tipo de malware que restringe o acesso ao sistema ou certos arquivos e cobra um valor de “resgate” para que o acesso possa ser reestabelecido.

Exemplos conhecidos incluem o CryptoLocker, CryptoWall, CTBLocker, CoinVault e Bitcryptor. No caso destes dois últimos, a Kaspersky disponibilizou em novembro passado uma ferramenta que varre o computador do internauta e recupera os arquivos sequestrados.

A Malwarebytes lançou seu Malwarebytes Anti-Ransomware Beta e a BitDefender também disponibilizou seu Bitdefender Anti-Ransomware.

Já a Emsisoft lançou recentemente o site Emsisoft Decrypter. O site atualmente conta com 14 ferramentas gratuitas para ajudar na recuperação de arquivos bloqueados por ransomwares como AutoLocky, DMALocker2, HydraCrypt e CrypBoss.

Por fim, a AVG disponibilizou recentemente seis ferramentas gratuitas para ajudar vítimas de ransomwares e a Trend Micro disponibilizou uma versão atualizada da ferramenta Trend Micro Ransomware File Decryptor.