De acordo com um alerta divulgado hoje pela Piriform, o CCleaner v5.33.6162 e o CCleaner Cloud v1.07.3191 foram comprometidos por hackers.

A empresa, que foi comprada pela Avast Software em julho deste ano, afirma que o problema foi resolvido rapidamente e não causou danos aos computadores dos usuários.

O problema afetou apenas as versões 32 bits do CCleaner v5.33.6162 e o CCleaner Cloud v1.07.3191. A Piriform recomenda que os usuários instalem a versão mais recente o mais rápido possível.

Piriform: CCleaner v5.33.6162 e CCleaner Cloud v1.07.3191 foram comprometidos por hackers

De acordo com o alerta da Piriform, a Avast Software descobriu no dia 12 de setembro que a versão 32 bits do CCleaner v5.33.6162 e do CCleaner Cloud v1.07.3191, utilizada por 3% dos usuários, foi comprometida por hackers.

A versão 5.33.6162 do CCleaner foi lançada originalmente no dia 15 de agosto e a versão 1.07.3191 do CCleaner Cloud foi lançada originalmente no dia 24 de agosto.

Os hackers conseguiram alterar o código de ambos para incluir um backdoor para possibilitar a transmissão de informações do computador do usuário (nome, IP, softwares instalados e etc.) para um servidor de terceiros hospedado nos Estados Unidos.

O servidor foi desativado pelas autoridades no dia 15 de setembro antes que outras informações pudessem ter sido transmitidas.

Piriform: CCleaner v5.33.6162 e CCleaner Cloud v1.07.3191 foram comprometidos por hackers
Imagem: Viktorija Reuta / Shutterstock

Entre os dias 12 e 15 de setembro a Piriform agiu para se certificar de que os usuários do CCleaner v5.33.6162 e CCleaner Cloud v1.07.3191 estavam seguros. A empresa também pediu para que sites de download removessem as versões comprometidas do CCleaner e do CCleaner Cloud.

Além disso, ela começou a notificar os usuários da versão 5.33.6162 para que eles atualizem para o CCleaner v5.34. No caso do CCleaner Cloud, ele foi atualizado automaticamente da versão 1.07.3191 para a 1.07.3214.

A empresa continuará investigando o ocorrido em conjunto com as autoridades nos Estados Unidos. Detalhes mais técnicos podem ser encontrados aqui.