A Mozilla anunciou recentemente o Project Quantum, o novo mecanismo de renderização do navegador Firefox que promete oferecer uma experiência mais rápida para usuários em desktops e dispositivos móveis.

Project Quantum

Com o Project Quantum a Mozilla não pretende criar um novo navegador do zero, mas sim desenvolver um novo mecanismo de renderização para o Firefox capaz de lidar com a Web cada vez mais complexa a interativa.

Este novo mecanismo de renderização fará uso extensivo de paralelização e tirará melhor proveito da arquitetura de hardware moderna dos dispositivos disponíveis hoje. Com isso o carregamento de páginas será mais rápido, as animações serão mais suaves e a experiência dos usuários na Web com o Firefox será ainda melhor.

Mozilla anuncia o Project Quantum, novo mecanismo de renderização do Firefox
No ponto de vista técnico, a Mozilla confirmou que o Project Quantum será desenvolvido com o mecanismo de renderização Gecko (atual mecanismo de renderização do Firefox) como base e também terá algumas similaridades com o Servo, um mecanismo de renderização independente mantido pela comunidade.

Além disso, algumas partes do Quantum estão sendo escritas em Rush, uma linguagem de programação que a Mozilla descreve como sendo rápida e simples.

O novo mecanismo de renderização será disponibilizado nos navegadores para Windows, Mac, Linux e Android até o final de 2017. A versão para iOS ainda não tem data.

O site MozillaWiki já tem uma página sobre o Project Quantum, mas ela ainda não traz muitas informações. Confira aqui.