O Google anunciou hoje em seu blog um novo recurso para o Google Chrome para Windows, o Chrome Cleanup. Este recurso foi desenvolvido em parceria com a ESET.

Google Chrome para Windows ganha o recurso Chrome Cleanup

De acordo com o anúncio, este novo recurso detecta softwares indesejados instalados no navegador e oferece uma forma de removê-los.

O navegador também inclui o suporte para detecção de alterações feitas sem o consentimento do usuário. Este recurso já está disponível.

Sobre o Chrome Cleanup no Google Chrome para Windows, a empresa trabalhou com a ESET para combinar seu mecanismo de detecção com a tecnologia de sandbox do Chrome. Note que isto não é uma solução antivírus, mas sim uma camada extra de proteção.

Google Chrome para Windows ganha o recurso Chrome CleanupEm seu anúncio o Google confirmou que este recurso começou a ser disponibilizado para os usuários e o processo deve ser concluídos nos próximos dias.

  • Maxgrilo

    Pensei que era para quem usa isso chamado Chrome que servia para remover ele e não deixar rastros, já que ele mesmo é oferecido em muitos outros softwares que a pessoa instala.

  • None

    Demorouuu pra chegar tal recurso hein.

  • None

    Você entrou com um problema que não fez sentido aí, você quis dizer que esse é o motivo dele não bater de frente com o Windows?

  • Cleber Gustavo

    Legal

  • Cleber Gustavo

    Estávamos conversando, pode ser uma hipótese más se o Google entrasse no ramo de Sistema Operacional tanto para Desktops e Notebooks, com o passar do tempo empresas começariam a participação em lançar drivers para produtos. Android é um sucesso o Chrome é insuperável, Gmail domina geral. Imagino o que aconteceria com a ganância da Microsoft….
    Kaspersky de olho no Tio Sam (Essa foi legal).

  • O fato de Gates usá-lo não significa que ele seja seguro: ele continua sendo uma piada em termos de segurança independentemente de quem utiliza-o :)

  • Fabricio Moura

    O google realmente entende de segurança pois escolheu a eset pra trabalhar junto nesse quesito.

    • Daniela

      Poderia ser a Kaspersky

      • Google segue à risca o “politicamente correto” e jamais teria uma parceria com a Kaspersky, que se tornou “inimiga do povo americano” de acordo com o governo americano ;)

        • Arthur Moreira Neto

          De acordo com os fascistas imperialistas americanos, se tornou “persona non grata”, porque denunciou a espionagem do tio SAM.fado, via windows … mais um motivo pra elogiar a Kaspersky!!!

          • RYZEN

            Como se a Kaspersky e os russos não tivessem serviço de espionagem.

            Os esquerdistas adoram chamar o Trump de fascista e nazista. Só rindo mesmo… KKK

    • Google é uma empresa de publicidade e não entende tanto de segurança quanto você supõe: banners do AdSense continuam disseminando ransomware via malvertising, Android é uma piada em termos de segurança e até mesmo o engenheiro de segurança sênior Darren Bilby alegou no ano passado que antivírus é “inútil”. Só rindo mesmo..