A Microsoft anunciou nesta semana o lançamento do programa Microsoft Azure IP Advantage – sua mais abrangente proteção contra riscos de propriedade intelectual (IP, na sigla em inglês).

Programa Microsoft Azure IP Advantage

O objetivo da Microsoft com o programa é ajudar a fomentar uma comunidade que valorize e proteja a inovação e os investimentos na nuvem. Ela quer que os desenvolvedores de software possam se concentrar em programar, e que negócios e empresas possam responder às necessidades de mudança de seus clientes com agilidade, sem se preocuparem com processos legais.

É um objetivo que merece mais atenção do que já recebeu até agora. Por um lado, a oportunidade econômica baseada na nuvem é enorme. Essa mudança para a nuvem irá gerar mais de US$ 1 trilhão em gastos de TI em 2020, de acordo com a empresa de pesquisas Gartner, representando uma incrível oportunidade econômica para indivíduos e empresas em todo o mundo.

Mas, ao mesmo tempo, é importante lidar com o risco crescente de processos legais relacionados a propriedade intelectual na nuvem. De acordo como o Boston Consulting Group, houve um aumento de 22% nas ações judiciais relacionadas à nuvem nos últimos cinco anos nos Estados Unidos. E “entidades não-praticantes” (alguém que detém uma patente para um produto ou processo, mas não tem intenção de desenvolvê-lo) aumentaram sua aquisição de patentes relacionadas à nuvem em 35% no mesmo período.

Microsoft lança o programa Microsoft Azure IP Advantage

Para lidar com esse crescente desafio, o programa Microsoft Azure IP Advantage incluirá os seguintes benefícios:

1. Proteção de propriedade intelectual com cobertura de indenizações também cobrirá qualquer tecnologia open source que abasteça os serviços Microsoft Azure, como o Hadoop utilizado para o Azure HD Insight

2. 10.000 patentes da Microsoft serão colocadas à disposição de clientes que utilizam os serviços Azure para o único propósito de permitir que eles se defendam melhor contra processos legais sobre patentes relacionadas a serviços que rodem no Azure. Essas patentes são amplamente representativas do portfólio geral de patentes da Microsoft e são o resultado de anos de inovações feitas por seus engenheiros em todo o mundo.

3. Como um compromisso para com os clientes Azure, se a Microsoft fizer a transferência de patentes para “entidades não-praticantes” no futuro, eles nunca poderão ser acionados em relação a elas. A empresa não tem o hábito de fazer tais transferências, mas entende que isso é uma proteção extra que muitos usuários valorizam.

Com essas mudanças, a Microsoft agora oferece aos clientes a melhor proteção contra riscos relacionados à propriedade intelectual na nuvem.

Clientes do Azure que quiserem saber mais sobre o programa Microsoft Azure IP Advantage podem clicar aqui.

Vídeo apresentando o programa Microsoft Azure IP Advantage: