A Microsoft anunciou nesta semana em seu blog que o Azure Site Recovery (ASR) agora suporta o Windows Server 2016. O novo sistema operacional foi lançado no final de setembro.

O Azure Site Recovery contribui para estratégias de BCDR (continuidade de negócios e recuperação de desastre) das empresas gerenciando replicação de máquinas virtuais locais e servidores físicos.

Você pode replicar os servidores e as VMs do seu datacenter primário local para o Azure ou para um datacenter secundário.

Se houver uma interrupção em seu site primário, você pode realizar o failover no site secundário para manter as cargas de trabalho acessíveis e disponíveis.

Azure Site Recovery agora suporta o Windows Server 2016

Azure Site Recovery agora suporta o Windows Server 2016

De acordo com a empresa, seus clientes agora podem usar o ASR para replicar, proteger ou migrar suas máquinas virtuais do Hyper-V hospedadas no Windows Server 2016 para o Azure ou outro local.

A Microsoft confirmou que a proteção e replicação de máquinas virtuais no Hyper-V Server 2016 é suportada nas seguintes configurações:

microsoft-asr-win-2016

Além do suporte para recuperação de cargas de trabalho hospedadas no Windows Server 2016 para um datacenter secundário ou para o Azure, o Azure Site Recovery também oferece benefícios como:

– Experiência de introdução que remove a complexidade da configuração de recuperação de desastres e torna mais fácil a proteção e replicação de cargas de trabalho.

– Planos de recuperação e automação do Azure que habilitam a orquestração de seus planos de recuperação de desastres com poucos cliques.

– Suporte para execução de testes de recuperação de desastres para confirmar a preparação e assim reduzir o risco de perda de dados.

– Replique seus dados de uma só vez e use-os para recuperação de desastres, migração de cargas de trabalho ou para criação de ambientes DevTest no Azure.

– Coexistência de diferentes modelos de implantação. O Azure antes oferecia apenas o modelo de implantação clássico. Com a implantação baseada em Azure Resource Manager (ou ARM), você pode implantar, gerenciar e monitorar todos os serviços para sua solução como um grupo ao invés de lidar com estes serviços individualmente.

Saiba mais sobre o Azure Site Recovery clicando aqui.