R7
BABOO

CONTATO
ANUNCIE
SUGESTÕES
RSS
COPYRIGHT

Home Software Antivirus +

O que é o módulo de segurança GBBD Banco do Brasil 3.0.0?

De acordo com o Banco do Brasil, o Módulo de Segurança GBBD Banco do Brasil 3.0.0 tem como objetivo proteger seu computador enquanto você utiliza o autoatendimento internet, evitando que programas maliciosos tenham acesso a seus dados confidenciais.

Atualmente, o módulo de segurança está disponível apenas para sistemas Windows e está na versão 3.0.0. Portanto, o módulo não afeta navegadores em outros sistemas operacionais, como Linux ou Mac OS X, por exemplo.

O GBBD Banco do Brasil 3.0.0 não é desenvolvido pelo Banco do Brasil, mas sim por uma empresa chamada GAS Tecnologia.

Qual o problema do GBBD Banco do Brasil 3.0.0?

É comum que o Módulo de Segurança do BB afete o desempenho e a estabilidade dos navegadores instalados no Windows. É fato que as versões do módulo de segurança quase sempre possuem bugs e são liberadas para produção sem passar por uma bateria de testes descente. Os clientes acabam servindo de cobaias para a GAS Tecnologia.

O Google Chrome é um navegador muito rápido e estável. Porém, com a instalação do GBBD Banco do Brasil 3.0.0 o navegador fica extremamente instável, lento e sujeitos a travamentos com muita frequência. O navegador fica praticamente inutilizado.

Analisando os Logs do Windows relativos a Aplicações no Event Viewer é possível encontrar uma grande quantidade de erros do Google Chrome que estão relacionados com o mau comportamento do módulo de segurança do Banco do Brasil, conforme a descrição abaixo.

Faulting application name: chrome.exe, version: 29.0.1547.57, time stamp: 0x520d74a1
Faulting module name: npsf_bb.dll, version: 3.4.1.0, time stamp: 0x51f90dcc
Exception code: 0xc0000005
Fault offset: 0x0002f047
Faulting process id: 0x3ef8
Faulting application start time: 0x01cea3e9d1e1a277
Faulting application path: C:\Program Files (x86)\Google\Chrome\Application\chrome.exe
Faulting module path: C:\Users\Usuário\AppData\Local\GAS Tecnologia\GBBD\npsf_bb.dll
Report Id: 27075255-0fdd-11e3-bede-689423ed4f1a
Faulting package full name:
Faulting package-relative application ID:

Uma enorme quantidade de clientes do Banco do Brasil está tendo problemas sérios com o módulo de segurança na plataforma Windows e não há uma forma óbvia para ser desinstalado.

Uma cliente fez a seguinte pergunta direcionada ao Banco do Brasil no Facebook: “Como eu posso desinstalar a GBBD Banco do Brasil das extensões do Chrome? Estou com problemas sérios em meu navegador causado pelo Plugin”. Há inúmeros comentários de clientes com o mesmo problema e que não conseguem desinstalar a extensão (plugin) do Google Chrome. Veja os comentários aqui.

O pior é que fica até parecendo que o Banco do Brasil está usando um robô para dar respostas automáticas, pois as respostas nunca apontam para uma solução para o problema. Basicamente, há os seguintes padrões de respostas para as perguntas, que estão relacionadas com um problema generalizado:

• “Olá Fulano de Tal! Pedimos por gentileza que nos envie o número da sua agência e conta via mensagem privada para tomarmos as providências. Obrigado pelo contato!”

• “Fulano de Tal, pedimos estes dados para que alguém da equipe técnica que cuida do módulo de segurança possa entrar em contato diretamente com você. Obrigado pelo contato!”

Não há motivo de tentar dar um tratamento individualizado para um problema generalizado.

Enquanto o Banco do Brasil não fornece uma solução, os usuários ficam fazendo diversos procedimentos arriscados na tentativa de desinstalar o módulo de segurança, como fazer a restauração do Windows para antes da instalação da extensão. Ou ainda apagar algumas pastas do módulo de segurança, sendo que há informações no registro do Windows apontando para estas pastas.

Há uma enorme quantidade de reclamações sobre o problema em diversos fóruns e grupos na internet, bem como no site Reclame Aqui, conforme algumas indicadas abaixo.

• Módulo de Segurança travando o navegador Google Chrome e não pode ser desinstalado
• Plugin BB trava Google Chrome
• Módulo de Segurança Banco do Brasil trava outros sites
• GBBD Banco do Brasil
• GBBD Banco do Brasil 3.0.0
• GBBD Banco do Brasil 3.0.0 (outra reclamação com o mesmo título)
• Travamento do Chrome e péssimo atendimento

Qual a dificuldade de desinstalar o GBBD Banco do Brasil 3.0.0?

Normalmente, para desinstalar uma extensão do Google Chrome, você segue os seguintes passos:

1. Pressione o botão com três pequenas linhas horizontas no canto superior direito do navegador.

2. Selecione os itens de menu: Ferramentas (Tools) > Extensões (Extensions).

3. Você verá uma tela onde há a extensão GBBD Banco do Brasil 3.0.0, mas sem a possibilidade de desinstalar e nem de desabilitar. Há a seguinte mensagem: “Esta extensão é gerenciada e não pode ser removida ou desabilitada”.

Módulo GBBD Banco do Brasil 3.0.0 causa instabilidade no Google Chrome

Como desinstalar o GBBD Banco do Brasil 3.0.0 de forma simples?

Segue um passo a passo para desinstalar o módulo de segurança do Windows:

1. Feche todos os navegadores abertos antes de iniciar a desinstalação do módulo de segurança.

2. Abra o Windows Explorer no Windows 7/Vista/XP ou o File Explorer no Windows 8/8.1.

3. Digite %AppData% na barra de endereços e pressione Enter. Você será direcionado para a pasta C:\Users\Usuário\AppData\Roaming, onde Usuário será o nome do usuário autenticado no Windows.

4. Clique com o botão direito do mouse no arquivo unins000.exe (ou unins000 se as extensões dos arquivos estiverem configuradas para ficarem ocultas) e selecione o item de menu Executar como administrador (Run as administrator).

5. Aparecerá um quadro de diálogo com o título “Desinstalar Módulo de Segurança – Banco do Brasil” pedindo a confirmação da exclusão de módulo de segurança.

gbbd_chrome_2
6. Clique no botão Yes/Sim e a desinstalação ocorrerá em alguns segundos.

7. Será apresentada uma mensagem informando que a desinstalação foi concluída. Se você esqueceu alguma janela de navegador aberta, pode aparecer uma mensagem informando que alguns elementos não puderam ser removidos e que devem ser removidos manualmente.

gbbd_chrome_3

Mesmo deixando alguns vestígios, a desinstalação terá sido efetuada e o módulo de segurança não estará mais ativo.

Finalizada a desinstalação do GBBD Banco do Brasil 3.0.0, o Google Chrome para Windows volta a funcionar maravilhosamente bem, de forma rápida e estável.

Como acessar o Internet Banking do Banco do Brasil no Windows 7 e no Windows 8 sem o módulo de segurança instalado?

Atualmente, no Windows 7 e no Windows 8, o módulo de segurança é necessário para todos os seguintes navegadores:

Google Chrome (qualquer versão)
Mozilla Firefox (qualquer versão)
Opera (qualquer versão)
Internet Explorer 8 e 9

Porém, o módulo de segurança GBBD Banco do Brasil 3.0.0 não funciona no Internet Explorer 10. Sendo assim, utilize o navegador padrão do Windows 8 (Internet Explorer 10) para acessar o Internet Banking do Banco do Brasil sem a necessidade da instalação do módulo de segurança. No Windows 7, atualize o Internet Explorer para a versão 10 para garantir a não necessidade do módulo de segurança.

Observação: O Internet Explorer 10 somente está disponível para as seguintes versões clientes do Windows: Windows 7 e Windows 8. Portanto, não é possível usar o Internet Explorer 10 no Windows Vista e nem no Windows XP.

Provavelmente, uma próxima versão do GBBD Banco do Brasil deve ser homologado para funcionar com o Internet Explorer 10. Para quem tem o Windows 8, em 18 de outubro de 2013 a Microsoft liberará a atualização para o Windows 8.1 pela Windows Store que virá com o Internet Explorer 11. Certamente, o módulo de segurança ainda não terá sido homologado para funcionar com o Internet Explorer 11.

Que outras opções eu tenho para acessar o Internet Banking sem o módulo de segurança instalado?

Em último caso, é possível usar um navegador no Linux ou no Mac OS X, por exemplo. O sistema operacional pode estar instalado numa máquina física ou numa máquina virtual. Nestes casos, há a necessidade de ter o ambiente de execução do Java (Java Runtime Environment) instalado no sistema operacional.

Ou, ainda, você pode baixar as apps do Banco do Brasil para Google Android na Google Play Store, para Apple iOS na App Store, para Windows Phone na Windows Phone Store ou para Windows 8/Windows RT na Windows Store para acessar a sua conta corrente a partir de smartphones ou tablets (ou mesmo computadores tradicionais ou híbridos no caso do Windows 8). É importante ressaltar que as apps para dispositivos móveis costuma ter uma série de limitações nos serviços disponíveis.

Inclusive eu sugiro que qualquer pessoa que tenha o módulo de segurança GBBD instalado em seu Windows, desinstale-o. Além de poder causar problemas de lentidão, instabilidade e travamentos frequentes em praticamente todos os seus browsers, este módulo de segurança tem acesso a TODOS os seus dados em TODOS os web sites e TODAS as suas abas e atividades de navegação.

gbbd_chrome_4

Ou seja, aparentemente o banco está armazenando todas estas informações sem o seu conhecimento (não há nenhuma informação sobre isso durante a instalação). Eu entendo que estas informações são valiosas para uma investigação por parte do banco no caso de um roubo virtual na sua conta, mas não há como saber outro uso que o banco pode estar fazendo destes meus dados pessoais.

Artigo escrito pelo MVP Rogério Moraes de Carvalho

  • william

    sandboxie.

  • Beto

    Deu certo, meus parabéns pelo artigo!

  • Rogério Flores

    Em primeiro lugar parabéns ao Rogério M. Carvalho pelo excelente artigo. Estou com o mesmo problema com o Itaú e Caixa Econômica, lentidão em qualquer browser, o programa guardião varre todos os sites indiscriminadamente que eu abro, em busca sabe-se lá de que. É uma situação extremamente desagradável, não sabemos quais informações eles estão coletando, o programa funciona quase como um trojan. Abri um chamado no SAC do Itau denunciando o problema e aguardo a resposta. Estou pensando em instalar uma máquina virtual
    só para navegar nos bancos, acho que vai resolver o problema.

  • cleiton meurer

    Para mim solucao foi instalar um programa caixa de areia uso o “sandboxie” roda nele instalo dentro da caixa o plugin quando presciso acessar banco uso roda navegador pelo sandboxie assim essa porcaria nao interfere nos meus outros programas. O token nao consegui fazer funcionar no sandboxie se alguem tem solucao agradeço.

  • alcides

    ei, tem alguém por ai que possa esclarecer porque o gerenciador financeiro do bANCO DO Brasil não funciona no Windows 8.1.

  • Jonas

    PARABENS ROGERIO!! O BANCO DO BRASIL TINHA QUE TE PAGAR UMA BONIFICAÇÃO POR RESOLVER OS PROBLEMAS DELE! HAHA VALEU A FORÇA! GRANDE ABRAÇO.

  • Carlos

    Aleluiaaa, voltei a ter uma boa navegação! Muito Obrigado! Foi super fácil, graças as suas orientações!

  • André

    Desconfio que o serviço G-Buster Browser Defense – Gbp Service, que fica ativo no Gerenciador de Tarefas seja o módulo do IE10, pois ao remover o GBBD como descrito no post as extensões que sumiram foram as do Chrome e FF… a do IE10 continua lá.

  • André

    Vc afirma que não há esses pluins no IE10, porém encontrei as seguintes extensões no meu IE10:

    Nome GbIehObj Class
    Fornecedor Banco do Brasil S.A.
    Status Habilitado
    Arquitetura 32 bits
    Tempo de carregamento 0.75 s
    Tempo de navegação 0.91 s

    E essa tb:

    Nome GbPluginObj Class
    Fornecedor Caixa Econômica Federal
    Status Habilitado
    Arquitetura 32 bits

    Não seriam os tais GBBD?

  • Fernando

    Prezados,

    Atualizei o java 7 para o update 40 e o problema foi solucionado. Se vocês quiserem tentar o mesmo talvez funcione.

    Para verificar qual a versão e java que você tem instalada, use http://java.com/en/download/installed.jsp?detect=jre. Para um teste do java use http://www.java.com/pt_BR/download/testjava.jsp.

    Boa sorte!

  • Wagner

    Quem quiser enviar reclamação para a GAS Tecnologia, segue o email dos caras: infraestrutura@gastecnologia.com.br.

  • Rogério Moraes de Carvalho

    Baseados nos comentários do artigo, eu resolvi apresentar algumas informações
    adicionais.

    Realmente o módulo de segurança GBBD desenvolvido, pela GAS Tecnologia, não é uma exclusividade do Banco do Brasil. A Caixa Econômica Federal, o Itaú e o Santander também usam. Veja uma lista de clientes da GAS Tecnologia em: http://www.gastecnologia.com.br/pt/clientes_parceiros/clientes_parceiros.htm, conforme o comentário do @Edu.

    Conforme comentário do @vander, um problema adicional que você obtém ao instalar o módulo de segurança GBBD é o serviço G-Buster Browser Defense. Mesmo executando o programa de desinstalação do módulo de segurança, conforme explicado no artigo, o serviço permanece na máquina consumindo recursos e é difícil de ser retirado. Depois, com mais tempo, eu pretendo escrever um outro artigo para
    detalhar como retirar por completo o G-Buster do seu Windows. Você precisará basicamente que ter privilégio de administrador na máquina e das ferramentas Resource Monitor, do Regedit e o File Explorer (ou Windows Explorer) para excluir os arquivos.

    Conforme o comentário do @jotapeah, já existe uma versão mais nova do módulo de segurança do Banco do Brasil, que é a versão 3.4.0. Inclusive, observem na figura do artigo com as extensões que há também o módulo GBBD Caixa Econômica Federal
    3.4.0. Neste caso, a nova versão já permite desabilitar ou desinstalar a extensão
    no Google Chrome. Porém, o artigo explica como desinstalar quase por completo (infelizmente o serviço G-Buster permanece), retirando os plug-ins de todos os browsers instalados na máquina do usuário, incluindo Internet Explorer, Firefox e Opera, por exemplo.

    @Luiz Fernando e @Roberio Matos, é interessante que vocês desinstalem o módulo de segurança das suas máquinas seguindo as instruções do artigo, pois deste modo vocês vão retirar a extensão de todos os browsers da sua máquina (e não somente do Chrome), inclusive do Internet Explorer.

    Uma notícia ruim é que o GBBD Banco do Brasil 3.4.0 já é exigido também no Internet Explorer 10. E o acesso ao Bankline do Banco do Brasil no Internet Explorer 11 do Windows 8.1 RTM ainda não é suportado. Porém, após o dia 18 de outubro, o Banco do Brasil precisará liberar o acesso para não ter muitos usuários impedidos de acessar o Bankline após atualizarem o Windows 8 pela Windows Store.

    Como uma dica, atualmente eu estou acessando o Bankline pelo Ubuntu Linux 13.04 executando numa máquina virtual. Neste caso, eu não afeto a minha máquina virtual com o módulo de segurança uma vez que ele somente está disponível para Windows.

    Conforme o @vander comentou, o G-Buster Browser Defense continuará ativo. O correto seria o programa de desinstalação remover tudo que foi instalado, mas não é o que acontece. Basta entrar em Services e verificar o serviço Gbp Service rodando.

    @Flávio Kopp, se você tiver a opção de usar numa máquina virtual com Linux, será a melhor opção. Apesar de você não estar percebendo problemas no Internet Explorer, tenha certeza que o plug-in é altamente intrusivo e pode causar instabilidade e lentidão a qualquer momento. Sem contar o serviço Gbp Service (G-Buster), iniciado
    automaticamente pelo sistema, que fica consumindo recursos da sua máquina 100%
    do tempo, independente do que você esteja fazendo.

    • E-ponto

      Olá Rogério vai aqui uma dica de como conviver com o inimigo. Suponha que você tenha instalado na máquina o Firefox, Chrome e óbivio o IE que vem com o sistema operacional. No caso do Banco do Brasil se o plugin não está intalado na máquina no seu acesso ao internet banking ele vai pedir para você instalar o módulo de segurança e você fará o download do instador DiagnosticoBB.exe

      Coloque no ar o Gerenciador de tarefas e execute o arquivo como administrador, ele vai detectar o CR e baixar o Stormfish.exe e proceder a instalação, quando termina esta fase ele inicia a limpeza do cache do IE e começa o download do plugin para o mesmo. Justo na hora que começa a limpeza do cache do IE detone o diagnosticobb.exe pelo gerenciador de tarefas.

      Agora é só ir no registro na chave HKEY_CURRENT_USERSoftwareGoogleChromeExtensions e matar a subchave que contem a extensão GBBD – O mesmo processo se faz no FF em chave análoga.

      Pronto o plugin está instalado e só vai carregar quando você visitar a página do internet banking, vai funcionar como qualquer plugin da vida (Adobe, Java e etc) pois não tem mais a maldita extensão que força o carregamento do plugin full time. Você pode verificar facilmente isto pelo Gerenciador de tarefas interno do Chrome.

    • Visitante

      O Itaú não utiliza o GBBD. Tenho conta lá e nunca tive problemas. Jà o BB eu não consigo mais acessar. Essa fábrica de software fundo de quintal (GAS Tecnologia) deve ter os preços melhores e ganhou a licitação, mas é um absurdo disponibilizar um módulo tão crítico com tantos bugs. Quem garante que também não há um bug na segurança…..solução: mudar de banco.

  • Flávio Kopp

    Sou cliente do BB e faço uso quase diário do internet banking.
    Aconselho aos amigos a só usar o Internet Explorer nessas transações.
    Eu uso o Windows 7 e IE 10, e o plugin funciona perfeitamente e sem travamentos.
    Ele só trava o Chrome.
    E como ninguém é burro o suficiente para acessar páginas de bancos usando o Chrome, aconselho a remover mesmo. Como foi magnificamente explicado acima.
    Mas não aconselho a remover do IE. Caso contrário você não vai conseguir acessar a página do banco. (Página que pede o numero da conta e senha).

    • Flávio Kopp

      E não se esqueçam que ele é um “MÓDULO DE SEGURANÇA”. Ele não está aí só para travar seu navegador. A função dele é dar mais SEGURANÇA às suas transações bancárias.

    • Visitante

      Insanidade pra mim é acessar qualquer site utilizando o IE. É o navegador mais lento e inseguro que existe!!!

  • Thiago

    O g-buster já causou um problema na proteção do windows 8 para tablets… o Secure Boot… O tablet só voltou a dar boot depois que consegui desligar o secure boot… ou seja, esse modulo de segurança (ou seria de espionagem) é na verdade um vírus que os bancos instalam no nosso computador para monitorar o que quiserem.

  • vander

    luiz olha la no seu gerenciador de tarefas para vc ver o g-buster rodando na memoria ram do seu pc.

    • Luiz Fernando

      Olá Vander.

      Por incrível que pareça, não existe esse “g-buster” rodando no gerenciador de tarefas. Tanto desinstalado o programa quando desabilitado. Estranho, mas acho que as versões recentes retiraram esse aplicativo. Vai entender…

  • vander

    tem que obrigar esses bancos a providenciar um desinstalador do g-buster que fica rodando na memoria ram, o plugin do navegador sai facil, o poblema é o g-buster que fica instalado e é muinto dificil de remover.

  • Roberio Matos

    Como diz o jotapeah, a versão 3.4.0 do plugin pode, sim, ser DESinstalada do GOOGLE CHROME. Acabei de fazê-lo há uns 5 minutos.

    • vander

      roberto olha la no seu gerenciador de tarefas para vc ver o g-buster rodando na memoria ram do seu pc.

      • Roberio Matos

        Tá rodando sim, wander. Disso eu já sabia.
        O que falei foi que consegui desinstalar – e só do Google Chrome – apenas o GBBD.
        Ótimo final de semana e grande abraço, amigo!

        Roberio

        *Carpe Diem!*

        Saúde e Paz no coração!

        *Robério *C. Matos

        2013/8/30 Disqus

  • Daniel Maia

    Vários bancos utilizam esses “módulos de segurança”. Eu mesmo já abdiquei o uso deles há muito tempo. Há pouco tempo atrás era possível utilizar a conta pelo chrome sem instalar esse malware, mas agora está sendo exigido. O fato é que esse plugin não funciona de verdade. Quando ele precisa bloquear alguma possível fraude, ele não o faz. O que ele faz, de fato, é alertar o banco sobre a possível ocorrência e bloquear a senha ou cartão do cliente. Então, depois do bloqueio algumas transações são analisadas e revertidas, por isso a aparência de proteção.
    Além de permitir o acesso a seus dados o módulo também bloqueia, por muitas vezes, transações legítimas trazendo transtornos para o cliente que é obrigado a alterar sua senha na agência de relacionamento. (no cado do BB). No entanto, não são coletados dados de usuários através de plugins. Afinal, os bancos coletam dados da receita federal, do sistema financeiro (BC), de serasa, spc e outros cadastros públicos.
    Como sugere o Rogério, é melhor utilizar a conta pelo smartphone, ou em outro SO. Além disso, eu sugiro que instalem o BB Code, que acaba trazendo um pouco mais de autenticidade na conta. Aqueles que possuem contas jurídicas, sem titubear, já deveriam estar usando o token do BB. Além do terminal de auto-atendimento. Vale lembrar do bom-senso na hora de utilizar a conta pela Internet para se manter seguro, como sugerem alguns comentários abaixo.
    Excelente artigo do Baboo. (o BaBoo é quase um BB, né… kkkkk)

  • Jose

    Parabéns a equipe do Baboo que é o unico site de informatica que tem coragem de afrontar esses verdadeiros “atos criminosos” praticados por emprasas e bancos brasileiros. Com duas materias exclarecedoras essa aqui e a do baixaki.

    Mais uma coisa ninguem me tira da cabeça que os dados sao espionados pelos bancos e governo com esse modulo já que ele instala um componente na placa de rede, o que tornaria esse um ato igual ao caso da NSA nos EUA.

  • Roberio Matos

    Minha solução para o “malware” GBBD:
    Instalei o Windows 7 no meu PC (mesma versão/plataforma) em duas partições, em HD distintos, por sinal), utilizando uma delas (com o dito “peçonhento”), apenas para acessar o BB. É o fim da picada!

    • betosobreira

      Era só criar uma VM cara. Depois que conheci as VM’s, adeus 2 sistemas em partições diferentes. Mas foi uma bela sacada essa sua!!

  • Celso

    A versão mais recente, possui uma entrada em “Programas e recursos”, que efetua justamente a remoção do plugin para Google Chrome mas mantém o serviço G-buster rodando (o que continua possibilitando o acesso através do Internet Explorer).

  • The xD

    A solução mais prática que vejo para isso é deixar sites de bancos em uma máquina virtual, exceto para quem passa o dia inteiro acessando o site do banco, é uma boa opção, qualquer bug desses malditos plugins fica restrito à maquina virtual, na pior das hipóteses, tendo uma cópia da máquina é só deletar uma e substituir por outra.

  • jotapeah

    A matéria foi publicada hoje, falando da versão 3.0.0 que não pode ser desinstalada, mas já faz várias semanas que a minha extensão do Banco do Brasil é a 3.4.0, e pode sim ser removida diretamente pelo Chrome.

  • vander

    vc consegue tirar o plugin mas o g-buster é muinto dificil, ele fica rodando na memoria ram, pode olhar la no gerenciador de tarefas do windows que vai estar la esse g-buster rodando, é muinto dificil de desinstalar ele, quase impossivel da muinto trabalho.

  • lucianojs

    Suspeito que a solicitação de envio de número de agência e conta sirva para desativar a exigência do módulo para a respectiva conta.

  • http://my.opera.com/rafaelluik Rafael Luik

    O plug-in da GAS faz isso também com o IE há anos!!! Ele fica extremamente lento. Praticamente todos os bancos brasileiros usam ele.

    Aconselho que liguem para o banco reclamando, solicitando a desinstalação do plug-in e que ele não seja mais necessário para usar sua conta.

  • Jefferson R. Ramos de Sousa

    Senhores, não é só o do Banco do Brasil, também estou tendo vários problemas com os módulos de proteção da Caixa econômica federal e Santander, trava todo o funcionamento do Chorme.