R7
BABOO

CONTATO
ANUNCIE
SUGESTÕES
RSS
COPYRIGHT

Home Internet

O novo sistema de Kim Dotcom chegou arrasando. Acumula registros sem parar, e atingiu uma marca de 500 mil assinaturas apenas em 14 horas. Depois, um milhão de usuários cadastrados em apenas 24 horas. E assim segue, com cerca de 60 uploads a cada segundo. No entanto, algumas pessoas questionam e dizem que o Mega pode não ser tão seguro quanto aparenta.

Mega pode não ser tão seguro quanto parece

Mega pode não ser tão seguro

Segundo as especificações do site e Kim Dotcom, o criador do sistema, a segurança e privacidade oferece um recurso chamado User Controlled Encryption, ou UCE. Trata-se de uma espécie de criptografia automática que é realizada nos arquivos assim que eles são enviados. Os usuários contam com chaves criptografadas de seus arquivos, e nem mesmo o site sabe quais são eles. Uma pequena estratégia para escapar das autoridades e da indústria de patentes.

Mesmo assim, a segurança pode sofrer de algumas falhas.

De acordo com Steve Thomas, um pesquisador de criptografias, uma brecha para a senha é incluída no código de confirmação enviado pelo Mega, quando um usuário se registra para o serviço. E isso permitiria hackers a utilizarem esta senha.

Para provar isso, ele lançou um aplicativo chamado MegaCracker, que tem a função de crackear esta brecha nos links de confirmação. O que, é claro, indica que o hacker teria de primeiro acessar o e-mail do usuário para interceptar a senha cadastrada no serviço. Mas ainda é uma falha no sistema de segurança.

Enquanto muitos alegam existir outros tipos de falhas de segurança no serviço, Dotcom publicou no Twitter o seguinte recado: “Houve alguns relatórios errados sobre a nossa criptografia e segurança. Espere um post no blog #mega na tarde de hoje”.

E a publicação já está no ar. Você confere clicando aqui.

Mega pode não ser tão seguro quanto parece

Além disso, Dotcom também revelou que em breve vai lançar uma competição para quem conseguir crackear o sistema, com prêmio em dinheiro.