R7
BABOO

CONTATO
ANUNCIE
SUGESTÕES
RSS
COPYRIGHT

Home Segurança

Com a proximidade das festas de final de ano, cresce o número de compras realizadas em sites de e-commerce. Por outro lado, tradicionalmente, nesta época também cresce o número de ataques e problemas relacionados a crimes cibernéticos, o que exige cuidado redobrado dos internautas para realizar compras seguras na internet.

A partir da constatação de que a prevenção é a melhor forma de evitar golpes e ataques virtuais, a ESET – fornecedora de soluções de segurança – preparou uma série de dicas para os usuários sobre como realizar compras seguras na internet, durante as festas natalinas.

ESET dá dicas sobre como realizar compras seguras na internet

“As pessoas são cada vez mais são motivadas a fazer as compras natalinas pela internet por conta da comodidade de não ter de enfrentar filas ou trânsito. No entanto, poucos usuários se dão conta dos riscos a que estão expostos quando não tomam os cuidados necessários na hora de adquirir produtos e serviços em sites de e-commerce”, alerta Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil. “Pensando nisso, a ESET preparou uma lista de cuidados que podem – e devem – ser tomados pelos internautas em qualquer compra online”, complementa.

Confira a lista com as 11 dicas da ESET sobre como realizar compras seguras na internet:

1. Só utilize redes Wi-Fi confiáveis: Lembre-se de que as redes Wi-fi públicas, sejam abertas ou protegidas por senha, podem estar sendo interceptadas. Por isso, é recomendável realizar transações online através de uma rede própria ou de alguém de sua confiança.

2. Opte por computadores ou dispositivos pessoais protegidos: Nos casos de transações online, é recomendável o uso de computadores ou dispositivos móveis confiáveis, em especial, para garantir que os dados sensíveis digitados durante a transação não serão interceptados por cibercriminosos que podem ter infectado a máquina. Se há dúvidas sobre o estado do equipamento, realize uma varredura com um software antivírus.

3. Utilize um antivírus para detectar e bloquear ameaças: É recomendável manter na máquina um antivírus atualizado e que realize a segurança proativa do equipamento.

4. Mantenha o sistema operacional e as aplicações atualizadas: Manter o software do computador ou dispositivo móvel atualizado é essencial para proteger contra ameaças. Isso porque, muitos cibercriminosos aproveitam as vulnerabilidades das versões antigas de sistemas operacionais e aplicações para disseminar códigos maliciosos.

5. Opte por sites de e-commerce com boa reputação: Para evitar problemas com compras online – que vão desde não receber o produto até ter os dados bancários e do cartão clonados – é recomendável optar por realizar transações em sites com boa reputação ou que sejam recomendados por amigos ou parentes.

6. Verificar a segurança do site: Antes de inserir informações sensíveis no site, verifique se o mesmo utiliza o protocolo HTTPS. Pode-se checar isso na barra de endereço, à frente da URL do site. Também pode aparecer um pequeno cadeado ao lado do endereço.

7. Prefira cartões de crédito aos de débito: No caso de ser vítima de um golpe, é mais fácil estornar a transação e receber o dinheiro de volta quando a mesma é realizada com cartões de crédito, especialmente os que possuem seguro.

8. Não participe de pesquisas que prometam prêmios e dinheiro: Muitos sites legítimos realizam pesquisa de satisfação, mas é recomendável não acessar links de pesquisas que prometam recompensa monetária ou prêmios. Nunca forneça também o número de celular em troca de vales-presentes de alto valor oferecidos por sites.

9. Não forneça informações pessoais desnecessárias: Os cadastros dos sites pedem informações pontuais. Mas nunca preencha dados que não sejam relevantes à compra.

10. Desconfie de promoções incríveis: Se uma oferta parece boa demais para ser verdade, provavelmente é, especialmente se for um produto disputado na época. Ofertas assim podem ser tentadoras, mas muitas vezes são chamarizes criados por cibercriminosos ou golpistas. Para evitar ser vítima de um golpe busca opiniões de outros consumidores que realizaram a compra do produto para verificar se não existem reclamações.

11. Confira o movimento dos cartões de crédito e débito utilizados: Ao utilizar esses meios de pagamento, é aconselhável verificar os movimentos no extrato após a operação, para garantir que tudo ocorreu conforme o esperado.