R7
BABOO

CONTATO
ANUNCIE
SUGESTÕES
RSS
COPYRIGHT

Home Internet

Nos últimos anos, têm aumentado a popularidade das redes sociais no Brasil e no mundo. No entanto, muitos usuários ignoram que estão expostos a uma série de ameaças cibernéticas nesses ambientes. Entre os principais riscos podem ser mencionados os malwares, os golpes de phishing, o roubo de informações e o assédio a menores de idade.

Com o objetivo de orientar as pessoas a utilizar essas plataformas com segurança, a ESET preparou dez dicas para o uso seguro das redes sociais. “A consciência dos riscos e a adoção de comportamentos seguros são essenciais para proteger-se de ameaças na internet”, comenta Camillo Di Jorge, country manager da ESET Brasil.

Dez dicas para o uso seguro das redes sociais

A seguir, o country manager da ESET Brasil apresenta as dez dicas para o uso seguro das redes sociais:

1 – Aceite somente contatos conhecidos: tanto nos sistemas de mensagens instantâneas, como em redes sociais, a recomendação é aceitar e interagir apenas com contatos conhecidos. Assim, impede-se o acesso de perfis criados por hackers para se comunicar com as vítimas e a exposição a diversas ameaças.

2 – Fique atento às autorizações de aplicativos e jogos: determinados aplicativos e jogos, tanto no computador, quanto nos tablets e smartphones, podem solicitar acesso a informações, como contatos e localização. Não é recomendado dar permissão a esses aplicativos, expondo as informações a riscos.

3 – Não acesse links ou sites de reputação duvidosa: por meio de técnicas de Engenharia Social, muitos sites e perfis falsos nas redes sociais chamam a atenção dos usuários com descontos, promoções e notícias bombásticas. Recomenda-se estar atento a esse tipo de golpe e evitar acessar sites cujo conteúdo seja duvidoso. Evite também clicar em hiperlinks ou links a partir de fontes duvidosas para prevenir o acesso a sites que contenham as ameaças cibernéticas.

4 – Atualize o sistema operacional e aplicativos: é sempre recomendável manter atualizadas as últimas correções de segurança e do sistema operacional para evitar a propagação de ameaças, por meio de vulnerabilidades encontradas nas versões anteriores.

5 – Faça download de aplicativos em sites oficiais: é recomendável sempre fazer download de aplicativos por sites oficiais. Muitos sites simulam oferecer programas populares que, na verdade, são alterados, modificados ou substituídos por versões que contêm algum tipo de malware e descarregam o código malicioso no momento em que o usuário instala o sistema.

6 – Evite a execução de arquivos suspeitos: a propagação de malware geralmente é realizada por meio de arquivos executáveis. É aconselhável evitar a execução de quaisquer arquivos, a menos que se conheça a procedência de sua segurança e sua fonte seja confiável.

7 – Utilize tecnologias de segurança: as soluções de antivírus, de firewall e de antispam representam as aplicações mais importantes para a proteção do computador contra as principais ameaças que se propagam pela internet. O uso dessas tecnologias reduz o risco e a exposição às ameaças.

8 – Evite inserir informações pessoais em formulários questionáveis: quando o usuário se depara com um formulário web que contém campos com informações sensíveis (por exemplo, nome de usuário e senha), o ideal é verificar a legitimidade do site. Uma boa estratégia é verificar o domínio e o uso do protocolo HTTPS para garantir a confidencialidade das informações.

9 – Utilize senhas fortes: é recomendável o uso de senhas com diferentes tipos de caracteres e não inferior a oito caracteres, além de trocá-las periodicamente.

10 – Proteja-se de usuários inconvenientes: vale a pena bloquear usuários, relatar publicações ofensivas ou spam e denunciar usuários falsos e conteúdos inadequados nas redes sociais.

“Sem dúvida, as redes sociais são um recurso valioso para os internautas. Para usá-las com segurança, no entanto, é recomendável não subestimar os cibercriminosos e aprender a usar corretamente as ferramentas tecnológicas, configurá-las de modo adequado e fazer uma navegação pela internet de maneira responsável”, conclui Camillo Di Jorge, Country Manager da ESET Brasil.

Os usuários também podem conferir mais dicas no Guia de Segurança em Redes Sociais da ESET América Latina.