R7
BABOO

CONTATO
ANUNCIE
SUGESTÕES
RSS
COPYRIGHT

Home Hardware Tecnologia

A General Motors fechou uma parceria com a AT&T e anunciou que a maioria dos carros da GM serão também hotspots WiFi. No caso, eles se referem aos carros que começarão a ser vendidos nos Estados Unidos e Canadá, a partir do próximo ano.

Maioria dos carros da GM serão também hotspots WiFi

Quem divulgou a informação foi a própria General Motors, durante a GSMA Mobile World Congress 2013, que acontece nesta semana em Barcelona, na Espanha.

Carros da GM serão também hotspots WiFi a partir de 2014

Os chamados “carros conectados” contarão com a tecnologia 4G LTE sem fio fornecida pela AT&T e oferecerá novas possibilidades, informações e entretenimento para o piloto ou pessoas que estiverem a bordo dos carros – já que será possível conectar-se a rede do carro com até oito aparelhos diferentes.

“Além de permitir que os consumidores se conectem a dispositivos móveis pessoais, o veículo também vai atuar como seu próprio dispositivo móvel”, disse Mary Chan, presidente do Global Connected Consumer, da General Motors.

“Transformar esta visão em realidade começa com a permissão de conectividade rápida, confiável e responsiva dentro do veículo”, acrescentou. “Através desta built-in de conexão 4G LTE, temos a oportunidade de reinventar a experiência móvel dentro de um veículo.”

Não é apenas a GM que aposta nos “carros conectados”. Empresas como a Audi já conta com parcerias com o Google, por exemplo, nos seus modelos A7 e A8. Além disso, a BMW vai adicionar capacidades 4G em seus carros, assim como a Chrysler Group.

Entre as vantagens de contar com uma conexão 4G no carro, está a possibilidade de exibição de vídeos por streaming, áudio, informações sobre o tempo, estradas, GPS com imagens em tempo real, além de conversas por voz também via streaming.

“Vamos começar a literalmente baixar informações de manutenção e atualizações sobre equipamentos dos veículos,” disse o CEO da GM, Dan Akerson, durante uma teleconferência com os funcionários da empresa no ano passado.

O anúncio por enquanto vale apenas para a América do Norte. No entanto, em breve a Europa deve receber também estes modelos de carros. Nada foi informado sobre países como o Brasil.