R7
BABOO

CONTATO
ANUNCIE
SUGESTÕES
RSS
COPYRIGHT

Home Corporativo

A Sony anunciou a venda de sua sede nesta sexta-feira, 18 de janeiro, pelo valor equivalente a US$ 1,1 bilhão. Algo em torno dos R$ 2,2 bilhões. O edifício, que fica em Nova York, os Estados Unidos, foi vendido pelo maior valor pago por um único prédio comercial no país em dois anos.

Sony vende sua sede por US$ 1,1 bilhão nos EUA

Sony vende sua sede nos EUA

A venda do prédio, que foi concretizada por um consórcio liberado pela The Chetrit Group, tinha atraído mais de 20 ofertas, entre elas de grupos como Vornado Realty Trust, Boston Properties e Mitsui Fudosan, da Mitsubishi.

De acordo com algumas fontes, a forma de pagamento ainda não foi definida, mas a rodada final da venda do edifício contava apenas com oito propostas de compra.

Este valor foi o mais alto pago por um edifício desde 2010, quando o Google comprou o 111 Eighth Ave, em Chelsea, por 1,8 bilhão de dólares.

A Sony revela que pretende receber cerca de 770 milhões de dólares em recursos líquidos, depois que quitar todas as dívidas relacionadas ao prédio, entre outros custos operacionais. Além disso, a companhia espera adicionar cerca de US$ 685 milhões como lucro operacional pela venda.

Ainda de acordo com fontes, a companhia também teria colocado a venda um de seus principais prédios em Tóquio, no Japão.

Neste momento, a companhia procura focar seus esforços para eletrônicos de consumo, como celulares, tablets e videogames, para tentar recuperar parte do mercado que foi perdida para a concorrência. Em especial a Samsung Electronics.